4 de julho de 2016

Jornada Mundial da Juventude 2016 - Cracóvia, Polônia

Francisca: Gostaria de saber como acompanhar a Jornada Mundial da Juventude aqui no Brasil.

Francisca, estamos praticamente às vésperas da JMJ 16, em Cracóvia, na Polônia. Passamos a você algumas informações e no final, os contatos na web, e redes sociais.



"Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia" (Mt 5,7)


A Jornada Mundial da Juventude, maior evento da juventude mundial, realiza-se em Cracóvia, na Polônia, de 25 de julho a 1º de agosto de 2016.

tema da Jornada Mundial da Juventude 2016, em Cracóvia,  são as palavras: "Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia" (Mt 5,7) . Papa Francisco escolheu o lema da quinta das oito bem-aventuranças, falada por Jesus no Sermão, na costa do Mar da Galileia. Ele queria salientar a importância das palavras de Cristo sobre a natureza da felicidade, porque elas são o coração do ensino do Senhor Jesus, que no seu primeiro sermão, nos propôs oito atitudes para o Reino dos Céus.
Patronos
Santa Faustina e João Paulo II são patronos da Jornada Mundial da Juventude, em Cracóvia. Quando o verão de 1938, com 18 anos, Karol Wojtyla chegou a Cracóvia para iniciar os estudos na Universidade Jagiellonian, a irmã Faustina, com 33 anos de idade, vivia no mosteiro, em Cracóvia. Ela morreu no dia 5 de outubro, quando Carol começava os estudos na Faculdade. 

Eles nunca se encontraram, mas a providência de Deus, de uma maneira especial, encaminhou o seu destino: João Paulo II canonizou Irmã Faustina, e estabeleceu em toda a Igreja a festa da Divina Misericórdia. Os dois santos de Cracóvia - apóstolos da Divina Misericórdia - são os patronos da Jornada Mundial da Juventude, em 2016. Suas vidas são  exemplos para nós de  profunda confiança na misericórdia de Deus, expressa nas palavras: Jesus, eu confio em você.

João Paulo II foi o iniciador e fundador das Jornadas Mundiais da Juventude. O papa visitou sua terra natal nove vezes: em 1979, 1983, 1987, 1991, 1995, 1997, 1999. A última foi em agosto de 2002. Todas as vezes ele se reuniu com a juventude polonesa.

A página da JMJ 2016, no Facebook, traduzida em 20 línguas, teve mais de 1,5 milhões de curtidas em todo o mundo. Por outro lado, o Twitter, em 13 línguas, conta com 220 mil seguidores. 

O site - www.krakow2016.com/pt/

A hashtag para seguir o evento é #KRAKOW2016.

A JMJ também está presente no Instagram, Snapchat, Pinterest, Flickr e nas outras redes sociais. 

Para permitir aos participantes terem informações úteis durante a sua estadia em terras polonesas, foi projetado um aplicativo gratuito, disponível em nove línguas, e também um mapa e um guia móvel.

4 de fevereiro de 2016

Papa Francisco vai ao México

Marcos, do Tucuruvi (SP), pergunta: É verdade que o papa  Francisco vai ao México?
Marcos, o  papa Francisco fará uma viagem ao México de 12 a 18 de fevereiro.  O anúncio oficial foi feito pelo próprio papa durante a Missa celebrada no último dia 12, na Basílica Vaticana, na festividade de Nossa Senhora de Guadalupe.

O lema da visita pastoral é “Papa Francisco: Missionário da misericórdia e da paz”, e sintetiza os temas mais presentes em seu ministério: misericórdia, justiça, compromisso, paz e esperança. Significa que Francisco vai ao encontro de todos, “sobretudo em meio aos mais carentes, para lhes levar o Amor de Deus e sua presença de paz neste mundo”, explica o sitewww.papafranciscoenmexico.org.

“O problema da migração atravessa o país de norte a sul e se fala-se dele”, disse bispo mexicano

TEMA PRINCIPAL: MIGRAÇÃO
O tema “migração” estará ao centro da viagem do Papa Francisco ao México em 2016, e as cidades que receberão o Pontífice serão escolhidas de acordo com o tema, como antecipou o Arcebispo de Tlalnepantla, Dom Carlos Aguiar Retes.
O ex-Presidente da Conferência do Episcopado Mexicano assegurou que a chegada de Francisco ao país é esperada não somente por todos os católicos, mas também por pessoas que não professam nenhuma religião.
 “A expectativa e a alegria por esta viagem são muito grandes”, afirmou o bispo, assegurando que a palavra do Pontífice vai ajudar muito a situação por qual passa o México. O bispo ressaltou que o líder católico foi, pouco a pouco, crescendo na aceitação popular até o ponto em que as pessoas seguem as suas palavras e a sua presença através de todos os meios de comunicação.

Neste sentido, considerou “relativamente fácil” preparar os católicos mexicanos para a visita, porque as pessoas “a estão desejando”. “É simplesmente ordenar todo este entusiasmo e fazer que tudo seja melhor aproveitado”, avaliou.
Bergoglio afirmou várias vezes que não poderia visitar o México sem passar pelo Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, desejo este confirmado pelo Porta-voz do Vatiano, Padre Lombardi.
Esta será a sétima visita de um Pontífice ao México, após João Paulo II em 1979, 1990, 1993, 1999 e 2002 e Bento XVI em 2012.
Logo
O logo apresenta uma imagem do Papa no centro, unida pelos contornos geográficos do México e Nossa Senhora de Guadalupe, com seu manto estrelado. No alto, a Cruz da porta do Santuário, com a escrita “México 2016”, acompanhada pelo lema. As cores verde e vermelha, da bandeira nacional, somadas ao amarelo, do Vaticano. A tilma, tecido onde ficou originalmente estampada a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, evoca a constelação correspondente ao dia da sua aparição ao índio Juan Diego, 12 de dezembro.


Programação completa da viagem (horários no México)

Sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

12h30 – Partida do Aeroporto de Roma/Fiumicino para a Cidade do México

19h30 – Chegada ao Aeroporto Internacional “Benito Juárez” de Cidade do México
Acolhida Oficial

Sábado, 13 de fevereiro de 2016

9h30 – Cerimônia de boas-vindas no Palácio Nacional
Visita de cortesia ao Presidente da República

10h15 – Encontro com Autoridades, com a Sociedade Civil e com o Corpo Diplomático

11h30 – Encontro com os Bispo do México na Catedral

17h – Santa Missa na Basílica de Guadalupe

Domingo, 14 de fevereiro de 2016

9h20 – Deslocamento em helicóptero para Ecatepec

10h30 – Santa Missa na área do Centro de Estudos de Ecatepec
Angelus

12h50 – Deslocamento em helicóptero para a Cidade do México

13h10 – Chegada à Cidade do México

16h30 – Visita ao Hospital Pediátrico “Federico Gómez”

18h – Encontro com o mundo da cultura no Auditório Nacional

Segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

7h30 – Partida em avião para Tuxtla Gutiérrez

9h15 – Deslocamento em helicóptero para San Cristóbal de Las Casas

10h15 – Santa Missa com as comunidades indígenas do Chiapas no Centro Esportivo Municipal

13h – Almoço com os representantes dos índios e com a Comitiva Papal

15h – Visita à Catedral de San Cristóbal de las Casas

15h35 Deslocamento em helicóptero para Tuxtla Gutiérrez

16h15 – Encontro com as Famílias no Estádio “Víctor Manuel Reyna” em Tuxtla Gutiérrez

18h10 – Partida em avião para a Cidade do México

20h – Chegada ao Aeroporto da Cidade do México

Terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

7h50 – Partida em avião para Morelia

10h – Santa Missa com Sacerdotes, religiosas, religiosos, consagradas e seminaristas

15h15 – Visita à Catedral

16h30 – Encontro com os Jovens no estádio “José María Morelos y Pavón”

18h55 – Partida em avião para a Cidade do México

20h – Chegada à Cidade do México

Quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

8h35 – Partida em avião para Ciudad Juárez

10h – Chegada ao Aeroporto Internacional “Abraham González” da Ciudad Juárez

10h30 – Visita ao Centro Penitenciário (CeReSo n.3)

12h – Encontro com o mundo do trabalho no Colégio Bachilleres do Estado de Chihuahua

16h – Santa Missa na Ciudad Juárez

19h – Cerimônia de despedida no Aeroporto Internacional da Ciudad Juárez

19h15 – Partida em avião para Roma/Ciampino

Quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

14h45 Chegada ao Aeroporto de Roma/Ciampino

A visita na Internet e nas redes sociais

A viagem do Papa ao México poderá ser acompanhada também no
Twitter (@ConElPapa),
Youtube (“Con el Papa en México”),
no Facebook (“ConElPapa”),
no Instagram e
Snapchat.
Fonte: Rádio Vaticano

24 de novembro de 2015

Santo protetor dos ouvidos

Ricardo Uperegrino 
Bom dia na Paz de Cristo Nosso Senhor e Salvador. Gostaria saber, qual o Santo e/ou santa protetor dos ouvidos e em que dia(s) se comemoram suas mortes. Desde já agradecido

Ricardo, São Policarpo é o padroeiro das pessoas que sofrem dores de ouvido. Sua festa se dá em 23 de fevereiro.

Foi Bispo e mártir (69-155), tendo nascido em Esmirna, Ásia Menor, atual Turquia. Os registros sobre sua vida nos foram transmitidos pelo seu biógrafo e discípulo predileto, Irineu, venerado como o “Apóstolo da França” e sucessor de Timóteo em Lion. 

Policarpo foi discípulo do apóstolo João, e teve a oportunidade de conhecer outros apóstolos que conviveram com o Mestre. Ele se tornou um exemplo íntegro de fé e vida, sendo respeitado inclusive pelos adversários. Dezesseis anos depois, Policarpo foi escolhido e consagrado para ser o bispo de Esmirna para a Ásia Menor, pelo próprio apóstolo João, o Evangelista.

Foi amigo de fé e pessoal de Inácio Antioquia, que esteve em sua casa durante seu trajeto para o martírio romano em 107. Este escreveu cartas para Policarpo e para a Igreja de Esmirna, antes de morrer, enaltecendo as qualidades do zeloso bispo. No governo do papa Aniceto, Policarpo visitou Roma, representando as igrejas da Ásia para discutirem sobre a mudança da festa da Páscoa, comemorada em dias diferentes no Oriente e Ocidente.

Apesar de não chegarem a um acôrdo, se despediram celebrando juntos a liturgia, demonstrando união na fé, que não se abalou pela divergência nas questões disciplinares. Ao contrário de Inácio, Policarpo não estava interessado em administração eclesiástica, mas em fortalecer a fé do seu rebanho. Ele escreveu várias cartas, porém a única que se preservou até hoje foi a endereçada aos filipenses no ano 110. Nela, Policarpo exaltou a fé em Cristo, a ser confirmada no trabalho diário e na vida dos cristãos. Também citou a Carta de Paulo aos filipenses, o Evangelho, e repetiu as muitas informações que recebera dos apóstolos, especialmente de João. Por isto, a Igreja o considera “Padre Apostólico”, como foram classificados os primeiros discípulos dos apóstolos.

Durante a perseguição de Marco Aurélio, Policarpo teve uma visão do martírio que o esperava, três dias antes de ser preso. Avisou aos amigos que seria morto pelo fogo. Estava em oração quando foi preso e levado ao tribunal. Diante da insistência do pro cônsul Estácio Quadrado para que renegasse a Cristo, Policarpo disse: “Eu tenho servido Cristo por 86 anos e ele nunca me fez nada de mal. Como posso blasfemar contra meu Redentor? Ouça bem claro: eu sou cristão”!

Foi condenado e ele mesmo subiu na fogueira e testemunhou para o povo: “Sede bendito para sempre, ó Senhor; que o vosso nome adorável seja glorificado por todos os séculos”. Mas a profecia de Policarpo não se cumpriu: contam os escritos que, mesmo com a fogueira queimando sob ele e à sua volta, o fogo não o atingiu.

O martírio de Policarpo foi descrito um ano depois de sua morte, em uma carta datada de 23 de fevereiro de 156,enviada pela igreja de Esmirna à igreja de Filomélio. Trata-se do registro mais antigo do martirológio cristão existente.

Oração: Ó Deus, Pai de Bondade, faça que minha palavra console os que sofrem e que minha presença sustente os que vacilam. Faça, também, que eu seja capaz de imitar firmemente seu exemplo e que seja para meus irmãos fonte de alegria, esperança e paz. Amém.


21 de novembro de 2015

Jubileu da Misericórdia

Tânia: Vocês tem a programação do Ano da Misericórdia?

Tânia, temos diversas informações que aqui seguem.

O Conselho Pontifício para a Nova Evangelização criou o site oficial do Jubileu da Misericórdia. É uma página de informação com as últimas novidades institucionais sobre este grande evento da catolicidade, que começará no dia 8 de dezembro de 2015 e terminará em 20 de novembro de 2016.

Neste encontro com a Misericórdia, 10 milhões de peregrinos dos cinco continentes visitarão Roma, segundo Ignacio Marino, prefeito da Cidade Eterna (Rádio Vaticano, 14 de março).

O site do Jubileu e o site do Conselho Pontifício para a Nova Evangelização fazem parte dos materiais online que o peregrino pode consultar facilmente para conhecer detalhes das celebrações litúrgicas, horários das igrejas, confessionários abertos, atividades, entre outras informações.

Além disso, podem entrar em contato com os organizadores e fazer perguntas. Por enquanto, está disponível o arquivo dos documentos oficiais e imagens da entrega e leitura da Bula.

Cabe recordar que o Papa Francisco, no último dia 11 de abril, Domingo da Misericórdia, convocou oficialmente o Jubileu Extraordinário da Misericórdia, em uma cerimônia na qual se fez a leitura da Bula “Misericordiae vultus”. Foi um convite a receber o amor e o perdão, abertos inclusive a pessoas que cometeram pecados graves.

O Jubileu da Misericórdia começará com a abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro. Sucessivamente, as outras três basílicas de Roma se unirão, abrindo suas respectivas Portas Santas: Santa Maria a Maior, São João de Latrão e São Paulo Fora dos Muros.

O Ano Santo é uma celebração que chegará a todas as igrejas do mundo. O Papa Francisco quis que não fosse uma festa exclusiva de Roma. Todas as dioceses iniciarão o Ano Santo junto com o Santo Padre.


Logotipo

No lema, tirado de Lc 6,36, Misericordiosos como o Pai, propõe-se viver a misericórdia seguindo o exemplo do Pai, que pede para não julgar e não condenar, mas perdoar e dar amor e perdão sem medida (cf. Lc 6,37-38). O logotipo é obra do padre jesuíta M. I. Rupnik. A imagem mostra o Filho que carrega aos seus ombros o homem perdido.

“O desenho é feito de tal forma que realça o Bom Pastor que toca profundamente a carne do homem e o faz com tal amor capaz de lhe mudar a vida. Além disso, um detalhe não é esquecido: o Bom Pastor com extrema misericórdia carrega sobre si a humanidade, mas os seus olhos confundem-se com os do homem.”

A cena é colocada dentro da amêndoa, também esta é uma figura cara da iconografia antiga e medieval que recorda a presença das duas naturezas, divina e humana, em Cristo. As três ovais concêntricas, de cor progressivamente mais clara para o exterior, sugerem o movimento de Cristo que conduz o homem para fora da noite do pecado e da morte. Por outro lado, a profundidade da cor mais escura também sugere o mistério do amor do Pai que tudo perdoa.

Calendário

Dom Fisichella apresentou ainda o calendário das celebrações, que têm início oficialmente em 8 de dezembro deste ano. “Quisemos que o primeiro evento fosse dedicado a todos aqueles que trabalham na peregrinação, de 19 a 21 de janeiro de 2016. É um sinal que pretendemos dar para deixar claro que o Ano Santo é uma verdadeira peregrinação e deve ser vivida como tal. Pediremos aos peregrinos para fazer um percurso a pé, preparando-se assim para atravessar a Porta Santa com o espírito de fé e de devoção.”

No dia 3 de abril haverá uma celebração destinada a todas as pessoas que se revêm na espiritualidade da misericórdia (movimentos, associações, institutos religiosos). Todas as pessoas do voluntariado caritativo, por sua vez, serão convocadas no dia 4 de setembro. A esfera da espiritualidade mariana terá o seu dia em 9 de outubro para celebrar a Mãe da Misericórdia.

Não faltam eventos dedicados especificamente aos adolescentes crismados: 24 de abril. 
E os jovens do mundo inteiro são convocados em Cracóvia para a Jornada Mundial da Juventude de 26 a 31 julho.

Outro evento será destinado aos diáconos que por vocação e ministério são chamados a presidir à caridade na vida da comunidade cristã. Para eles haverá o Jubileu a 29 de maio. 

No 160º aniversário da Festa do Sagrado Coração de Jesus, a 3 de junho, celebrar-se-á o Jubileu dos Sacerdotes. 

Em 25 de setembro será o Jubileu dos catequistas e das catequistas

Em 12 de junho, haverá o encontro dirigido a todos os doentes, às pessoas com deficiência e àqueles que com amor e dedicação cuidam deles. 

Em 6 de novembro será celebrado o Jubileu dos presos – um evento inédito. Espera-se que não seja realizado somente nas prisões, mas está sendo estudada a possibilidade para que alguns prisioneiros possam ter a oportunidade de celebrar com o Papa Francisco, em São Pedro, o seu próprio Ano Santo.

Missionário da misericórdia

Outra novidade será o “missionário da misericórdia” – um sacerdote que seja nas paróquias e dioceses a extensão do Papa Francisco. O “missionário” – cujo envio será feito pelo Papa na Quarta-feira de Cinzas – deverá três características: paciente, bom pregador e bom confessor. A modalidade de escolha dos sacerdotes, que poderão ser também bispos eméritos,  ainda está sendo estudada.

Site

O website oficial do Jubileu já foi publicado: www.iubilaeummisericordiae.va, acessível em www.im.va. O website está disponível em sete línguas: italiano, inglês, espanhol, português, francês, alemão e polonês.

No website podem-se encontrar as informações oficiais acerca do calendário dos principais eventos públicos, as indicações para a participação nos eventos com o Santo Padre e todas as outras comunicações oficiais relativas ao Jubileu.

As redes sociais também serão utilizadas para promover o evento, e um aplicativo especial está sendo estudado. Haverá também subsídios divididos em cinco livros, com textos pertinentes à misericórdia.

Oração do Jubileu

Senhor Jesus Cristo,
Vós que nos ensinastes a ser misericordiosos como o Pai celeste,
e nos dissestes que quem Vos vê, vê a Ele.
Mostrai-nos o Vosso rosto e seremos salvos.
O Vosso olhar amoroso libertou Zaqueu e Mateus da escravidão do dinheiro;
a adúltera e Madalena de colocar a felicidade apenas numa criatura;
fez Pedro chorar depois da traição,
e assegurou o Paraíso ao ladrão arrependido.
Fazei que cada um de nós considere como dirigida a si mesmo as palavras que dissestes à mulher samaritana:
Se tu conhecesses o dom de Deus!

Vós sois o rosto visível do Pai invisível,
do Deus que manifesta sua omnipotência sobretudo com o perdão e a misericórdia:
fazei que a Igreja seja no mundo o rosto visível de Vós, seu Senhor, ressuscitado e na glória.
Vós quisestes que os Vossos ministros fossem também eles revestidos de fraqueza
para sentirem justa compaixão por aqueles que estão na ignorância e no erro:
fazei que todos os que se aproximarem de cada um deles se sintam esperados, amados e perdoados por Deus.

Enviai o Vosso Espírito e consagrai-nos a todos com a sua unção
para que o Jubileu da Misericórdia seja um ano de graça do Senhor
e a Vossa Igreja possa, com renovado entusiasmo, levar aos pobres a alegre mensagem
proclamar aos cativos e oprimidos a libertação 
e aos cegos restaurar a vista.

Nós Vo-lo pedimos por intercessão de Maria, Mãe de Misericórdia,
a Vós que viveis e reinais com o Pai e o Espírito Santo, pelos séculos dos séculos.

Amém.

Fonte: Rádio Vaticano